Ar Comprimido

Ar Comprimido

Mas afinal o que é o Ar Comprimido?

O ar comprimido é uma das mais antigas formas de energia, sendo o resultado da compressão do ar atmosférico. O ar é denominado comprimido quando a pressão a que estiver sujeito é maior que a pressão atmosférica local. Quando isso ocorre, dizemos que o ar sofreu uma transformação termodinâmica, denominada compressão.

Produzir ar comprimido significa em termos apropriados, acumular energia para acionamento de engenhos diversos em aplicação mecânica, ou para participar como coadjuvante indispensável em transformação de matérias primas em processos de produção industrial.

Os gases são compressíveis, e quando são sujeitos a um processo de compressão como se pode ver na figura seguinte, estes reduzem o seu volume e proporcionalmente aumentam a pressão.

Quando o compressor comprime o ar e o envia para o reservatório/linha, este ao aumentar a pressão também aumenta a quantidade de ar que está armazenada, i.e., se num reservatório de 1000 l tivermos 7 bar, significa que temos armazenados 7000 l.

Por esta razão os reservatórios são equipamentos considerados perigosos, e têm normalização apertada para o seu fabrico, instalação e controlo. No caso de um reservatório de 1000 litros a 7 bar rebentar, temos 7000 litros de ar a expandir rapidamente, com uma força destruidora muito considerável.
Costumo dar o exemplo dos compressores de 25 ou 50 litros que muitos de nós têm na garagem, e que de alguma forma nos esquecemos deles, até por que são pequenos, mas se um destes rebentar a garagem vai ter uma remodelação forçada nada agradável.

Se um rebentamento de um reservatório acontecer na presença de pessoas será um acidente potencialmente muito grave ou mesmo fatal. A segurança e legislação será tema de futuros artigos.

As propriedades principais do Ar Comprimido são apresentadas na tabela seguinte

Fonte: Livro Automação Pneumática de Adriano Manuel de Almeida Santos.  António José de Sousa Ferreira da Silva

.

O ar comprimido pode ser usado como energia no acionamento de ferramentas, máquinas, transporte de materiais, etc., ou como excipiente auxiliar em processos de reação química, quer seja pelo seu valor molecular, ou pela incidência do fator de pressão. Há ainda a utilização rotineira como elemento de sustentação, como no caso de calibragem de pneus ou ainda para limpeza em manutenção e produção. Como elemento natural abundante, o ar comprimido está para a mecânica como a água está para os processos diversos das mais variadas atividades humanas, sendo praticamente infinita a sua utilidade e versatilidade, fazendo com que ele tenha uma importância e utilidade comparáveis ao solvente universal (água).

Atualmente, cerca de 5 mil milhões de toneladas de ar são comprimidas por ano em todo o planeta, gerando um consumo de 400 mil milhões de kWh a um custo de 20 mil milhões de dólares. São números astronómicos, que provocam um grande impacto no meio-ambiente, mas que poderiam ser substancialmente reduzidos com medidas racionais. Nas indústrias, um metro cúbico de ar à pressão de 7 bar custa cerca de meio cêntimo de dólar (1,0 m³ ar ~ US$0,005) apenas em energia. Em função das perdas decorrentes da transformação de energia, o ar comprimido (energia pneumática) pode custar de sete a dez vezes mais do que a energia elétrica para uma aplicação similar, embora isso seja normalmente compensado pelas vantagens de flexibilidade, conveniência e segurança apresentadas pela energia pneumática.

De uma maneira geral, o tema ar comprimido pode ser dividido em três partes:

  • Geração – captação, compressão, tratamento e armazenamento.
  • Distribuição – transporte do ar comprimido ate os pontos de consumo.
  • Consumo – transformação da energia contida no ar comprimido em trabalho por meio de equipamentos e ferramentas.

2 responses to “Ar Comprimido”

  1. Manuel Gilberto Anselmo diz:

    Bom trabalho

    • admin8551 diz:

      Obrigado. Infelizmente não tenho tido muito tempo, mas irei colocar mais informações e cálculos num futuro próximo.
      Se tiver algum tema que precise ou gostasse que fosse abordado por favor indique.
      Cumprimentos
      Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.